Rua Capuraque, 72 - Belo Horizonte - Floresta \ MG 31 3654-4895

5 processos de segurança patrimonial que você precisa dominar

Gostou? compartilhe!

5 processos de segurança patrimonial que você precisa dominar

Proteger a propriedade da sua empresa é fundamental, se você pretende manter o mínimo de conservação no seu ambiente de trabalho. A quantidade de riscos aos quais o local pode estar sujeito é bem maior do que aparenta, em especial quando se lida com muito dinheiro e muitas pessoas diariamente.

Talvez sua empresa ainda não esteja bem adequada com relação às normas de segurança. Isso é um problema tanto para seus negócios quanto para todos que trabalham nele. Investir em segurança patrimonial, portanto, deve ser uma das prioridades em qualquer companhia.

Para ajudá-lo nessa tarefa, trouxemos 5 tópicos para você melhorar os processos em prol da segurança do seu patrimônio. Continue a leitura e confira!

1. Controle o acesso a diferentes espaços

Ao pensar em segurança patrimonial, é recorrente a preocupação com roubos e má utilização de recursos da empresa. A forma mais simples de se prevenir contra isso é ter alguma forma de controle sobre quais espaços podem ser acessados e por quem.

Por exemplo, a maioria das lojas tem uma área de livre acesso para clientes, onde qualquer pessoa pode fazer pedidos, observar os produtos etc. Em algum lugar, deve haver uma área restrita a funcionários e até mesmo locais que só podem ser acessados por pessoas de determinados cargos, ou com algum tipo de registro.

2. Use ferramentas para melhorar a segurança patrimonial

Câmeras e detectores são a tecnologia padrão para segurança patrimonial. Além de servirem para identificar pessoas em determinadas áreas, elas também podem disparar automaticamente alarmes que chamam a polícia em caso de invasão. E como as imagens ficam registradas, também podem servir como prova posteriormente.

3. Treine sua equipe para identificar riscos de segurança

Mesmo com o uso da tecnologia, o papel dos funcionários na preservação do local ainda é primordial. Sempre informe a todos os membros do time sobre os riscos ambientais, como incêndios e vazamentos, e faça treinamentos para lidar com qualquer situação com total rapidez e eficiência.

Afinal, a preservação patrimonial não está relacionada apenas com a segurança da propriedade e dos materiais, mas também das pessoas que frequentam o local.

4. Tenha sistemas de proteção contra acidentes

Por “acidente” você pode entender qualquer coisa além dos imprevistos, mas situações que possuam risco real de acontecer em qualquer contexto. Os exemplos mais comuns são incêndios, ferimentos decorrentes de algumas tarefas, infecções, contaminações, entre outras. Como nunca se sabe quando uma eventualidade desse tipo pode ocorrer, é vital que existam formas de prevenção.

Por exemplo, para incêndios, é importante ter portas corta-fogo, extintores em pontos estratégicos, materiais não inflamáveis, entre outros. Esse tipo de preservação patrimonial exige certo conhecimento especializado na área. Então, é melhor contratar um profissional para planejar e realizar as medidas necessárias.

5. Sempre coloque saídas antipânico em locais estratégicos

Por fim, a principal prevenção para qualquer acidente é ter uma rota de fuga desobstruída. Portas antipânico são aquelas que podem ser abertas ao empurrar, independentemente da orientação. Isso evita que se formem gargalos caso um grande grupo de pessoas precise abandonar um prédio por conta de um incêndio, por exemplo.

Agora que você já entende melhor como melhorar a sua segurança patrimonial, é hora de começar a se prevenir! Tem alguma dúvida sobre como proteger seu local de trabalho? Então deixe sua pergunta aqui nos comentários!

 




Gostou? compartilhe!

Whatsapp CONCEITO Whatsapp CONCEITO